+ Notícia


SOCESP, município e estado juntos pela redução da mortalidade por doença cardiovascular
A SOCESP, com apoio das secretarias municipais e estadual da Saúde, a partir de setembro, promoverá encontros pela internet com cardiologistas e médicos de outras especialidades da rede pública, visando contribuir para a atualização e, consequentemente, melhorar o atendimento à população do Estado de São Paulo.
 
O principal objetivo da diretoria da SOCESP, presidida pelo Dr. Francisco Antonio Helfenstein Fonseca, é diminuir a mortalidade por doença cardiovascular através da educação continuada. “Infelizmente, nos últimos 10 anos, as taxas de mortalidade por essa doença permaneceram em patamar acima do que se observou em países do hemisfério norte”, afirma o Dr Fonseca.
Diante desse cenário, a SOCESP está levando às mais diversas cidades do estado cursos de capacitação e agora de qualificação, que chegam à rede pública através de Web Meetings. Serão desenvolvidos módulos mensais, abordando importantes temas da atenção primária à saúde que podem reduzir de maneira expressiva a mortalidade cardiovascular e as taxas de hospitalização. 
Entre os temas estão hipertensão arterial, insuficiência cardíaca, diabetes, dislipidemias,  fibrilação atrial, tabagismo, infarto e outros. As aulas contam com um coordenador da SOCESP, três debatedores e um membro da secretaria de saúde, todos grandes especialistas.
 
Após a aula, será promovido um debate e tudo será gravado. Depois, aula e debate serão disponibilizados na internet e ficarão à disposição dos médicos para novas consultas. Além disso, serão frequentemente atualizados e a SOCESP terá ainda um canal permanente de capacitação dos profissionais da rede. 
 
Cada médico, durante sua jornada de trabalho, terá 30 minutos para participar do treinamento. No final de cada módulo, fará uma prova online e, se tiver 100% de aproveitamento, receberá um certificado da SOCESP que poderá colaborar no futuro para sua progressão funcional, se fizer parte do enquadramento apropriado.
 
A SOCESP também vai colaborar com as secretárias municipais de Saúde quanto aos medicamentos utilizados. A intenção é proporcionar de maneira gradual avanços na cesta básica de remédios usados na prevenção e tratamento das doenças cardiovasculares.
 
O Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (CONASEMS) e a Secretária Estadual da Saúde foram unânimes em abraçar a proposta da SOCESP. “Esse projeto terá grande impacto sobre a saúde da população paulista, abrangerá todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS), que tenham recursos de internet, Esta qualificação pode servir de modelo para os ambulatórios de especialidades e para outras áreas da Medicina, se tornando permanente e contribuindo para a melhor formação dos médicos que atendem a maior parte da população no serviço público de saúde do Estado de São Paulo”, comemora o presidente da SOCESP.