Blog do Coração


Considerando informações infundadas divulgadas nas últimas semanas, que contrariam o conhecimento científico atual sobre o papel de algumas gorduras na saúde cardiovascular, o Departamento de Aterosclerose da Sociedade Brasileira de Cardiologia (DA-SBC) e a Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo (SOCESP) comunicam oficialmente que:

Não há dúvidas sobre o papel do colesterol sanguíneo como fator de risco independente para doenças cardiovasculares, fato comprovado por estudos experimentais, epidemiológicos, genéticos e de intervenção. O adequado controle do colesterol é recomendado por diretrizes nacionais e internacionais de sociedades médicas, de nutrição, órgãos governamentais e a Organização Mundial da Saúde.

A dieta influencia nos valores do colesterol do sangue, sendo que a alimentação adequada faz parte de qualquer estratégia de prevenção das doenças cardiovasculares.

Padrões nutricionais em que há baixo consumo de açúcar, ausência de gordura trans, baixo consumo de gorduras saturadas, consumo adequado de gorduras mono e poli-insaturadas, grãos integrais, fibras, frutas, hortaliças e adequado consumo de sódio associam-se, em estudos epidemiológicos e de intervenção, com a diminuição do risco de problemas cardiovasculares, como infartos do miocárdio e acidentes vasculares cerebrais.

Alimentos que aumentam as concentrações do colesterol no sangue devem ser consumidos com parcimônia, visando à prevenção da doença cardiovascular.

Até o momento não há evidência científica robusta que justifique a mudança nas recomendações vigentes, sendo que enfatiza-se o consumo de quantidades adequadas de óleos de soja, canola e oliva para manutenção adequada dos valores do colesterol do sangue. Não se recomenda o consumo rotineiro da gordura do coco para prevenção da obesidade ou das doenças cardiovasculares.

À medida que novas evidências de boa qualidade científica forem produzidas, as recomendações poderão ser modificadas.

Dr. José Rocha Faria Neto

Presidente do Departamento de Aterosclerose da Sociedade Brasileira de Cardiologia

Dr. Francisco Antonio Helfenstein Fonseca

Presidente da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo

Dr. Raul Dias dos Santos Filho

Diretor Científico da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo

Márcia Maria Godoy Gowdak

Diretora Executiva do Departamento de Nutrição da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo