Blog do Coração


O procedimento Crioablação, usado nos Estados Unidos, Europa e em países da América Latina, chega ao Brasil e é tema do XXXV Congresso da SOCESP. A técnica, potencialmente mais rápida e mais segura que a ablação convencional, é utilizada em pacientes com fibrilação atrial (FA), um dos tipos de arritmia cardíaca mais comum e abrange 2% da população mundial. A doença pode atingir jovens, mas tem seu pico em pessoas em torno de 60 anos e 10% da população acima de 80 anos possui a enfermidade.

Os pacientes mais jovens são os que sentem maior desconforto com as “palpitações”. Para os casos em que a medicação deixa a desejar no alívio dos sintomas, pode ser indicada a ablação, realizada por cateterismo cardíaco. Na técnica convencional, o cateter localiza o foco da fibrilação e, através de cauterização por radiofrequência, “queima” vários pontos ao redor das veias pulmonares que chegam ao coração, formando barreiras elétricas que impedem essa desorganização.

A Crioablação, que existe há quase 10 anos, evoluiu muito. Segundo o cardiologista e diretor da SOCESP, Dr. Guilherme Fenelon, a técnica vem se mostrando um procedimento seguro e rápido no tratamento de alguns pacientes. A diferença é que o cateter traz na sua ponta um balão que resfria a área da veia, cauterizando-a a frio em apenas uma aplicação. “A ablação da FA é um procedimento complexo e demorado. A expectativa é conseguirmos reduzir o tempo da intervenção com a Crioablação, diminuindo também seus riscos”, afirma o especialista.

Segundo Fenelon, metade dos pacientes é assintomático, o que não diminui os riscos de desenvolver Insuficiência Cardíaca (IC) ou ter um Acidente Vascular Cerebral (AVC). “O coração com FA trabalha com ritmo cardíaco alterado, em descompasso, podendo levar à dilatação cardíaca. A arritmia também faz com que o sangue circule lentamente na parte superior do coração, facilitando a formação de coágulos que podem se deslocar causando AVC.”, explica Fenelon.

Fonte: DOC Press Comunicação – Assessoria de Imprensa da SOCESP